Descrição

“O projecto Quinta da Boa Esperança nasce da vontade de criar um espaço que seja o reflexo de um modo de pensar e de viver. Acreditamos no respeito pela natureza e na sua feliz coexistência com homem.

As terras da Zibreira fazem parte da região Oeste de Portugal, situada entre o Oceano atlântico e a Serra de Monte Junto. Pertencem ao distrito de Lisboa, que é uma das maiores regiões produtoras de vinho ao nível nacional e das mais extensas áreas vinícolas do país.

Aqui, nas nossas adegas, a dedicação à viticultura e à produção de vinho é feita há mais de cem anos, por gentes da terra que a conhecem e a querem bem.
Por entre o embalo soalheiro destes vales e encostas, recortados por vinhas e árvores de frutos, a Quinta da Boa Esperança tem por base um conceito de vinhas sustentáveis, criando o compromisso de garantir o bem estar das nossas vinhas, bem como proteger os nossos solos e as suas águas. A excelência das nossas uvas provém de uma cuidada dedicação às vinhas ao longo de todo o ano, que culmina com o empenho de uma vindima manual.
É da horta e do galinheiro que saem muitos dos ingredientes com que se fazem os almoços e jantares regados de boas conversas e bom vinho. A filosofia de sustentabilidade está inerente a toda a quinta.”