Descrição

“A Lavradores de Feitoria é um projecto único de produção de vinho, que resulta da união de 20 quintas em três sub-regiões do Douro!

Com 20 quintas dispersas pelos melhores terroirs das três sub-regiões do Douro (Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior), a Lavradores de Feitoria é um ‘produtor’ de vinhos com um modelo de negócio inovador – único no Douro, no país e, talvez no Mundo – e que aposta fortemente numa lógica de sustentabilidade social, económica e ambiental. Fundada em Setembro de 2000, sob uma liderança conjunta na gestão e uma equipa de enologia única, a Lavradores de Feitoria resultou da união de 15 ‘lavradores’, proprietários de 18 quintas.

Pela primeira vez na região, um grupo de convictos durienses associou saberes e experiências, inovação e tradição, num esforço conjunto e solidário que marcou uma nova época para o Douro. Juntaram-se para partilhar recursos e criar sinergias de forma a obterem o que sozinhos não conseguiriam. Passados quase 20 anos, a Lavradores de Feitoria é composta por 53 accionistas, 16 dos quais são proprietários de 19 quintas, às quais se soma a Quinta do Medronheiro, comprada com o capital da empresa. É precisamente nesta Quinta, situada em Sabrosa, que está a nascer a futura adega destes ‘lavradores’. A CEO Olga Martins e o director de enologia Paulo Ruão, também eles accionistas, são os rostos mais visíveis de uma equipa que trabalha diariamente para que a Lavradores de Feitoria continue a ser um projecto vínico que orgulha o Douro.”