Fotos

Descrição

“A Casa Ermelinda Freitas dedica-se à produção de vinho desde 1920. Os 550 hectares de vinhas estão situados em Fernando Pó, uma zona privilegiada da região de Palmela, com 60% de Castelão, 20% de variedades tintas (como Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Aragonês, Alicante Bouschet, Touriga Franca, Merlot, Petit Verdot, Pinot Noir, Petite Sirah, Carmenere ou Moscatel Roxo) e 20% de uvas brancas (como Fernão Pires, Chardonnay, Artinto, Verdelha, Sauvugnon Blanc, Moscatel de Setúbal, Viosinho, Encruzado, Alvarinho, Pinot Grigio, Viognier, Vermentino e Gewürztraminer), perfazendo um total de 30 castas diferentes, que são exploradas anualmente na Casa Ermelinda Freitas.

O solo destas vinhas situadas no Sul de Portugal, é composto por areias muito semelhantes às areias de praia e muito rico em água, desempenhando um papel importante na maturação das uvas. A brisa envolvente dos rios refresca as vinhas durante os verões secos, atribuindo suavidade e elegância aos vinhos. É nestes solos arenosos que próspera o Castelão. O varietal característico da Península de Setúbal compõe 40% das vinhas da Casa Ermelinda Freitas. Cada prémio conquistado foi também um marco, destacando-se o Syrah 2005 considerado o melhor vinho tinto do Mundo na edição de 2008 do Vinalies Internationales, em Paris. Hoje em dia a Casa Ermelinda Freitas já tem mais de 1000 prémios ganhos em competições nacionais e internacionais.”