Descrição

Fundada em 1955 com a designação de Adega Cooperativa da Região do Moscatel de Setúbal, iniciou a sua atividade em 1958.

A Adega Cooperativa de Palmela é um dos principais polos de desenvolvimento do Concelho que é marcadamente agrícola e onde a vinha e o vinho têm por razões históricas um peso bastante grande. A principal zona vitícola situa-se na planície arenosa que constitui grande parte do Concelho de Palmela.

A Adega Cooperativa de Palmela iniciou a sua atividade com 50 associados e com uma produção que não excedia os 1,5 milhões de litros. Nos dias de hoje a produção ultrapassa os 8 milhões de litros, e a Adega dispõe de capacidade para atingir os 10 milhões , sendo 70% vinho tintos, 25% vinhos brancos e 5% Moscatel.

Tem atualmente 300 associados que possuem uma área combinada de 1000 hectares. Uma parte substancial da sua produção é engarrafada através de 5 linhas automáticas com capacidade para 10.000 garrafas/hora. A Adega Cooperativa de Palmela tem vindo ao longo dos anos a atualizar a sua tecnologia, quer de fabrico quer de engarrafamento e hoje é uma unidade certificada (ISO 9001-2000) desde Junho de 2003 com a dedicação e esforço dos seus 40 funcionários.

No ano de 2020 obteve certificação IFS Food (International Featured Standards), um referencial de qualidade e segurança alimentar desenvolvido por grandes grupos comerciais com o objetivo de melhorar procedimentos em benéfico do cliente e acrescentar valor ao produto final.

Produz as marcas Pedras Negras (vinho de mesa branco e tinto, vinho licoroso abafado e aguardente bagaceira envelhecida), Vale dos Barris (vinho regional Península de Setúbal branco, tinto e rosé, e Premium Reserva), Adega de Palmela (DOC branco, tinto, Reserva, Premium Reserva e Grande Reserva), Adega de Palmela (DOC Vinho Generoso Moscatel, Espumante Moscatel Bruto), Villa Palma (DOC branco, tinto, rosé, Reserva branco e tinto e aguardente velha), Amus (aguardente de Moscatel) e Vale de Touros Vinhas Velhas Reserva.